RETORNE

GUIA DE ORIENTA플O PARA REALIZA플O DA OFICINA DE ENVELHECIMENTO E GNERO

 

      Objetivo:

         DESCRI플O DA OFICINA

         O objetivo desta oficina de possibilitar uma continuidade nas discusses sobre gnero por todo o ciclo de vida, do nascimento ao envelhecimento,  e da incluso da perspectiva de gnero nas discusses relativas aos movimentos de idosos.

         Trata-se de sensibiliza豫o de lideranas e militantes para a necessidade de ampliar o foco na mulher idosa tanto em movimentos de mulheres quanto em movimento de idosos.    Muito embora, segundo levantamento do IBGE, o percentual de mulheres aumente medida que a idade avana (resultando num nmero expressivo de mulheres nos grupos existentes), os movimentos de idosos tambm no colocam em pauta questes de gnero.

         Atravs de proje寤es de imagens de diferentes contedos, a OFICINA aborda as transforma寤es das questes de enfrentadas pela mulher no decorrer de toda a vida.

         A oficina inclui uma parte ldica em que so apresentadas danas simblicas e ciranda.

         Os temas priorizados so:  Trabalho, Violncia, Educa豫o e Sexualidade.    A idia de que os temas passem a ser vistos como uma extenso que vai da infncia velhice, complementando uma compreenso que costuma ser parcial e dicotomizada.

 

RESULTADOS ESPERADOS

A constru豫o de uma abordagem sobre envelhecimento e gnero que seja integrada, e tenha um corte transversal nas diversidades dos movimentos.

A conscientiza豫o de que as questes relacionadas  mulher tem um ciclo de continuidade que afeta toda a sua vida, mudando de faceta medida que avana no tempo, um dos principais resultados imediatos que a oficina pretende alcanar.

 O INSTITUTO VIVENDO-GERUS j nasceu imprimindo uma perspectiva de gnero em suas a寤es. Ao longo de sua existncia tem procurado levantar questes de envelhecimento na Marcha Mundial das Mulheres, da qual participamos.  Nas caminhadas que participamos, costumamos levar uma ala de Mulheres Idosas / Mulheres Aposentadas, bem como pautamos discusso sobre mulher idosa sempre que possvel.

       Desenvolvemos os seguintes Valores: infncia, puberdade, juventude, adulta e envelhecimento/experincia.

 

 

DESENVOLVIMENTO DA OFICINA:

Oficina: Envelhecimento e Gnero (entre 60 e 120min)

 

Sugerimos que a Oficina seja realizada por duas Oficineiras.

 

Entrada: Cada participante pega uma cartela com uma cor

 

1) Incio: relaxamento.

O relaxamento pode ser uma dana circular como RED CHESTNUT. Sugerimos alguma que tenha algum temrio relacionado a gnero.

2) Apresenta豫o do grupo com Gestos (ou outra forma de apresenta豫o).

3) Apresenta豫o das IMAGENS.

 

IMAGENS

Trabalhamos, inicialmente, apenas com a apresenta豫o de imagens. Nesta fase no h verbaliza豫o, para que possam aflorar as emo寤es que as imagens despertam.

As imagens, apresentadas atravs de slides ou impressas em cartolinas, devem expressar os temas da OFICINA:

Trabalho, Violncia, Educa豫o e Sexualidade.

As imagens iro apresentar situa寤es que envolvam a mulher jovem e a mulher idosa. Ou seja, o tema ir percorrer o ciclo da vida da mulher, mudando a forma da violncia de acordo com a idade.

 

Cada tema tem uma cor.

A cor escolhida pelo participante no incio da oficina determina o tema que ir trabalhar.

 

Temas:

Separar p/grupos usando as cores (vermelho, azul, amarelo, verde)

 

COR AZUL: EDUCA플O(no sexista), trabalho, sexualidade,

COR AMARELA: VIOLNCIA

COR VERDE: TRABALHO

COR VERMELHA: SEXUALIDADE

 

CONTEDO DAS IMAGENS:

Cada tema dever conter 4 figuras.

 

1-EDUCA플O: deve apresentar figuras das histrias infantis.

Sugerimos imagem de jovem princesa x bruxa m

E jovem guerreiro x velho sbio

A ideia evidenciar o efeito da educa豫o nas referncias de gnero. Mulher idosa uma bruxa, homem idoso velho sbio.

 

2 - TRABALHO: deve apresentar figuras que denunciem a discrimina豫o do trabalho da mulher negra, a dupla jornada.

 

3 VIOLNCIA: deve apresentar situa寤es de violncia da mulher, violncia da mulher idosa (pode ser violncia financeira, por exemplo) e violncia estatal, como a questo da previdncia.

 

4 SEXUALIDADE: deve apresentar situa豫o de lesbianismo, sexo como mercadoria e sexualidade entre dois idosos.

 

 

Depois de terem sidos impactados pela apresenta豫o das imagens, cada grupo ir descrever as emo寤es que afloraram.

Cada grupo deixa escrito o que representou aquelas 4 imagens para servir de levantamento estatstico e publica豫o.

 

Avalia豫o: Cada grupo deixa escrito 뱋 que deixa e o que leva

(hipteses) caso tenha 50 participantes diviso

4 grupos - 3 grupos de 12 e 01 c/14 participantes)

 

 

4) ENCERRAMENTO: Sugesto: Minha Ciranda(Lia de Itamarac

Minha Ciranda no minha s

밇la de todos (as) ns (repete)

A melodia principal quem Guia a primeira voz (repete)

 

Pra se danar ciranda

Juntarmos mo com mo

Fomando uma roda

Cantando esta can豫o(repete)

 

 

 

Esta oficina j foi apresentada nos seguintes locais, estando em vias de publica豫o dos resultados:

-No VII Encontro Fluminenses Sobre Envelhecimento e Gnero, 4 a 6 setembro de 2007;

-No Forum Social Mundial de 2009, em Belm do Par;

-Na III Jornada do INSTITUTO VIVENDO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRAL DA TERCEIRA IDADE em 2010.

 

 

A OFICINA DE ENVELHECIMENTO E GNERO PODE SER UTILIZADA LIVREMENTE DESDE QUE CITADA A FONTE E SUAS AUTORAS.

 

Direitos Autorais:

MARIA JOS PONCIANO SENA SILVESTRE Instituto VIVENDO-GERUS e

ELEUTERIA AMORA CAMTRA Casa da Mulher Trabalhadora



RETORNE